A relação com os livros e a literatura deve ser anterior aos primeiros anos de alfabetização e à vida escolar.

É o que diz Yolanda Reyes, escritora colombiana especialista em formação de leitores. Segundo ela, bebês já devem ter contato com livros desde o nascimento, ouvindo histórias narradas em voz alta pelos adultos. “Crianças nessa idade são ávidas por escutar como canta o seu idioma. A literatura é fundamental porque é a língua em sua versão mais rítmica”, diz.

A família, a escola e as bibliotecas teriam papel importante nesse processo. “O contato com a literatura desde cedo fica guardado na memória poética e marca o desenvolvimento da criança.”

Yolanda conversou com o blog em sua última visita ao Brasil, no mês passado, quando participou do seminário “Arte, Palavra e Leitura na Primeira Infância”, em São Paulo.

Leia a entrevista concedida a Bruno Molinero no Blog “Era Outra Vez”, da Folha de S. Paulo